21 de Maio de 2022

Dólar

Euro

Política

Jornal Primeira Página > Notícias > Política > Professora Neusa enaltece campanha de combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes

Professora Neusa enaltece campanha de combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes

Campanha instituiu  "Maio Laranja"

12/05/2022 01h33 - Atualizado há 1 semana Publicado por: Redação
Professora Neusa enaltece campanha de combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes

A vereadora Professora Neusa (Cidadania) destacou a relevância da Campanha “Não pode” promovida pelas Secretarias Municipais, Especial de Infância e Juventude e Cidadania e Assistência Social de São Carlos. Ao prestigiar a cerimônia de abertura nesta quarta-feira (11), no auditório do Paço Municipal, a vereadora ressaltou que a iniciativa  consagra também Lei n° 20178/21, de sua iniciativa, que instituiu  o  “Maio Laranja” na intenção de tornar o mês uma época de conscientização, prevenção e  orientação  ao combate do abuso e da exploração sexual de crianças e adolescentes através do desenvolvimento de ações preventivas e educativas à comunidade.

“Trata-se de uma ação de suma importância para efetivar ações que levam ao debate sobre a necessidade do combate à violência e exploração sexual, o qual pode ter consequências irreversíveis”, afirmou a vereadora.

“O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) tem eficácia sobre todo o território nacional e preconiza em seu artigo 18, que é dever de todos velar pela dignidade da criança e do adolescente, pondo-os a salvo de qualquer tratamento desumano, violento, aterrorizante, vexatório ou constrangedor”, acrescentou. “Dessa forma, nada mais efetivo e justo que a promoção desta campanha pelos poderes públicos municipais, atendendo à dignidade das crianças e adolescentes e aos princípios constitucionais”.

Professora Neusa enfatizou  que a prevenção  contra o abuso da criança e do adolescente “se faz através da observação do seu convívio, já que é neste onde há identificação de sinais destas agressões, assim se torna imprescindível o olhar das pessoas ao seu entorno em entender, proteger e agir”.

“O abuso sexual não ocorre apenas dentro de casa, devendo haver um preparo de profissionais principalmente na área da educação, dando a estes o olhar que capta os indícios gerados de tais agressões”, frisou. “Como um jardim, cada criança e adolescente floresce ao seu único e determinado tempo. Este florescer depende de como cada jardim é regado, cada um de nós responsável”.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x