Política

Secretário da Fetam comenta filiação

• Bookmarks: 2


Pedro Wilson Taglialatela, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Ibaté e secretário Executivo de Organização e Política Sindical da Fetam (Federação dos Trabalhadores da Administração do Serviço Público Municipal no Estado de São Paulo) Um dos principais articuladores do acordo, Pedro Wilson Taglialatela, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Ibaté e secretário Executivo de Organização e Política Sindical da Fetam (Federação dos Trabalhadores da Administração do Serviço Público Municipal no Estado de São Paulo) ainda ressaltou o posicionamento da CUT em apoiar o Sindspam na filiação, finalizando, momentaneamente, a discussão.

“Eu acho que o Sindspam encaixa na Fetam. Então eu vim falar com o Adail para poder negociar a vinda do sindicato para a CUT”, disse.

Ao final, Fiorio falou acerca da aproximação da central junto ao Sindicato dos Servidores Públicos e os motivos que levaram à proposta de filiação, que partiu da CUT e não do Sindspam.

“Aqui no Estado de São Paulo nós temos um trabalho planejado na questão sindical. Nós estamos vivendo um cenário de acirramento na disputa sindical e a CUT, que é a maior força sindical brasileira, desenvolve uma política nacional e estadual. Aqui no Estado de São Paulo, através dos ramos municipais, nós fazemos um trabalho de fortalecer nossos sindicatos, mas também temos uma política de aproximação e visitar sindicatos que podem se filiar à CUT. No caso do Sindspam, nós temos o dirigente do ramo numa cidade vizinha, que é Ibaté, que é o Pedro, que faz esse trabalho na região, de visitar sindicatos. Ele fez uma visita ao Sindspam e fez o convite e nós estamos conversando há meses a cerca da filiação”, pontuou.

Adail Alves de Toledo, presidente do Sindspam.

Adail ainda falou acerca da importância da filiação e os benefícios futuros que serão proporcionados aos servidores. “Nós éramos afiliados à CGTB. No transcorrer desse período de filiação, nós nunca encontramos uma central que era voltada ao servidor público. E nós estávamos procurando uma central que atendesse nossa demanda, porque um sindicato sem central é difícil de conseguir uma evolução. Quando houve o convite para dialogar com a CUT, eles acenaram que são voltados ao servidor público. E vendo tudo o que foi oferecido, de acréscimo ao sindicato, sobre como lutar pelo direito dos servidores e a profissionalização do sindicato, a proposta de filiação foi ideal”, afirmou.{jcomments on}

2 recommended
comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *