24 de Setembro de 2021

Dólar

Euro

Política

Jornal Primeira Página > Notícias > Política > Tribunal de Justiça confirma fim do 14º salário e do prêmio assiduidade na Prefeitura de São Carlos

Tribunal de Justiça confirma fim do 14º salário e do prêmio assiduidade na Prefeitura de São Carlos

De acordo com o relator, instituir adicionais para o fim de premiar qualidades que devem ser inerentes ao desempenho, é uma afronta

08/09/2021 11h08 - Atualizado há 2 semanas Publicado por: Redação
Tribunal de Justiça confirma fim do 14º salário e do prêmio assiduidade na Prefeitura de São Carlos Foto: Divulgação / Prefeitura Municipal de São Carlos (SP)

O órgão especial do Tribunal de Justiça de São Paulo julgou procedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade proposta pelo Ministério Público, determinando o fim dos pagamentos do abono natalício (14º salário), salário-esposa) e na assiduidade do servidor, conferidas aos servidores públicos do Município de São Carlos.

De acordo com o Ministério Público, as vantagens não atendem qualquer interesse público, tampouco às exigências do serviço, porquanto o requisito para o seu recebimento serve apenas como mecanismo destinado a beneficiar interesses financeiros e pessoais exclusivamente privados dos servidores públicos.

De acordo com o relator, desembargador Ademir Benedito, instituir adicionais para o fim de premiar qualidades que devem ser inerentes ao desempenho da atividade pública, é uma afronta ao princípio da moralidade pública, situação com a qual o Poder Judiciário não pode compactuar.

Além disso, o relator ainda destacou que o afastamento de tal vantagem pecuniária impede que a Administração Pública tenha despesas inúteis, que sobrecarregam sobremaneira os cofres públicos e indiretamente a sociedade.

Por fim, o relator estabeleceu que os efeitos da declaração de inconstitucionalidade se farão produzir a partir da data da publicação deste julgamento, assim preservando os pagamentos realizados, porque percebidos de boa-fé, enquanto estavam em vigor as leis questionadas.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais antigas
Mais novos Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Adrian
Adrian
15 dias atrás

Porque o mesmo agumento não é valido para outros profissionais, como os proprios juizes que alem de auxilio paleto e outros, tambem recebem o 14?? O que dizer ainda dos nobres vereadores??

Eu mesmo
Eu mesmo
15 dias atrás

Agora só falta o judiciário retirar o auxílio moradia dos juízes e promotores, afinal, já ganham um bom salário. Mas é claro que mexer no próprio bolso. Dois pesos duas medidas.

0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x