25 de Outubro de 2021

Dólar

Euro

Política

Jornal Primeira Página > Notícias > Política > Vereadores se unem em “blocão” de oposição

Vereadores se unem em “blocão” de oposição

Grupo conta com seis parlamentares e é liderado por Paraná Filho (PSL) e Azuaite Martins de França (Cidadania)

19/09/2021 06h01 - Atualizado há 1 mês Publicado por: Redação
Vereadores se unem em “blocão” de oposição Foto: Divulgação

Um grupo de seis vereadores decidiu formar um “blocão” de oposição ao governo Airton Garcia na Câmara Municipal. Liderado por Paraná Filho (PSL) e Azuaite Martins de França (Cidadania), o grupo também conta com Dé Alvim (Solidariedade), que teve papel importante na articulação do bloco, Djalma Nery (PSOL), Professora Neusa (Cidadania) e Raquel Auxiliadora (PT).

Integrantes do grupo avaliam que pessoas externas à administração municipal estão se aproveitando da saúde fragilizada do prefeito para tentar aprovar projetos repletos de estranhezas e que satisfaçam seus interesses pessoais, em detrimento do interesse público, causando desperdício de recursos e levantando suspeitas quanto à lisura dos processos.

A ideia do grupo é atuar em conjunto contra as ações da Prefeitura que são contrárias aos interesses da cidade e não tenham relação com a melhoria dos serviços públicos e das condições de vida da população. Outro foco é resistir às interferências de pessoas que não compõem os quadros da Prefeitura, mas que querem dar as ordens e atropelar os articuladores políticos do governo municipal.

A formação deste grupo começou a se desenhar na última sessão da Câmara, quando os vereadores rejeitaram, por unanimidade, o pedido de prorrogação de prazo feito pela Secretaria da Educação para responder a um requerimento do vereador Djalma Nery. O pedido de prorrogação de prazo foi visto como um desrespeito à Câmara Municipal.

Além disso, na mesma sessão, Azuaite disse que o prefeito Airton Garcia não está em condições físicas para exercer o cargo e não receberia um atestado de capacidade de discernimento e deliberação de qualquer médico honesto. “Ele assina sem ler, o que é perigoso. Não conversa nem dialoga, o que também é perigoso. Deixa que outras pessoas assumam a responsabilidade e falem por ele”.

Azuaite ainda pontuou que o prefeito é mantido no cargo apenas para satisfazer os desejos dessas pessoas. “Aquilo que se faz com o prefeito Airton Garcia é algo desumano, pois pretendem que ele fique na titularidade da Prefeitura para satisfazer desejos de outros. E esses desejos não são claros, são obscuros”, destacou o parlamentar.

Já Paraná Filho, em sessão anterior, teceu críticas à forma como o governo Airton Garcia vem sendo conduzido, principalmente em relação à articulação política. De acordo com o parlamentar, o prefeito está tomando decisões importantes sob a influência de pessoas externas ao cotidiano da administração municipal. Além disso, ele destacou que essas pessoas estariam atropelando, inclusive, o Secretário de Governo, Doutor Edson Fermiano.

No início do mês, Paraná Filho foi exonerado da Secretaria de Agricultura e Abastecimento por Airton. Além dele, o prefeito trocou os demais integrantes do comando da pasta. A nova equipe é composta por membros sem experiência na área e teriam sido indicadas por essas pessoas externas à administração, mesmo sem o conhecimento do Doutor Edson Fermiano.

A troca gerou um mal-estar no meio político, tendo em vista que a avaliação geral era de que o trabalho de Paraná à frente da Agricultura era bom, com muitos resultados positivos, como a ampliação do atendimento dos Restaurantes Populares e a manutenção das estradas rurais. Já na semana passada, com a nova equipe, vários transtornos ocorreram, como problemas no fornecimento de refeições e paralisação da manutenção nas estradas rurais.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x