1 de Outubro de 2020

Dólar

Euro

Política

Jornal Primeira Página > Notícias > Política > Honda lança pedra fundamental em Itirapina

Honda lança pedra fundamental em Itirapina

25 de Novembro de 2013 às 21:42 Publicado por: Redação
Honda lança pedra fundamental em Itirapina

Num dia histórico, o prefeito José Maria Cândido (PMDB) e o governador Geraldo Alckmin (PSDB), acompanhados do presidente mundial da Honda, Takanobu Ito,  lançam nesta terça-feira, 26, às 10h30, a pedra fundamental da nova planta produtiva da multinacional, em Itirapina, na Região de São Carlos. O objetivo da multinacional é produzir um veículo compacto na sua nova unidade. O investimento será de R$ 1 bilhão e a nova unidade deverá ser construída às margens da Rodovia Washington Luís, nas proximidades do centro logístico da empresa Rumo, gerando 2.000 empregos diretos e indiretos.

 

A pequena Itirapina, com 15,5 mil habitantes, vai entrar no mapa da indústria automobilística brasileira e se somar a São Carlos e Piracicaba num novo pólo automotivo na Região Central Paulista. São Carlos abriga, desde 1996, a fábrica de motores da Volkswagen do Brasil.

Desde a inauguração de sua fábrica no Brasil, em 1997, a Honda quer entrar nessa faixa de mercado. A fábrica de Sumaré, no interior de São Paulo, foi aberta com o sedã Civic e hoje também produz o sedan City e o monovolume Fit.

Com capacidade para 140 mil carros ao ano, a fabrica de Sumaré opera no limite em dois turnos de trabalho e com horas extras.  A nova montadora deverá produzir 120 carros por ano.

O prefeito Zé Maria ressalta que o investimento vai promover um grande desenvolvimento em Itirapina, inclusive com um salto na arrecadação de impostos e geração de empregos. “Nosso município tem gás natural, ferrovias, rodovias e uma localização estratégica no centro do Estado de São Paulo. Isso sem falar no potencial tecnológico de São Carlos, que está ao lado de nossa cidade”.

 

LOGÍSTICA

A localização nova fábrica de automóveis da Honda foi definida em Itirapina devido à questão logística e à proximidade do município de Sumaré, na Região de Campinas. O centro tecnológico de São Carlos e a mão-de-obra qualificada do município ajudaram na escolha, mas não foi fator decisivo.  A informação foi passada na manhã de ontem, durante um café da manhã com a imprensa realizado no Hotel Broa Golf Resort, em Itirapina.

“Sem dúvida a proximidade com São Carlos foi um dos fatores que influenciaram. Mas a principal vantagem foi a sinergia com a fábrica de Sumaré que está apenas 100 quilômetros de distância, então a logística foi decisiva. É óbvio que estar próximo de uma cidade como São Carlos também ajuda muito”, afirmou o diretor executivo de relações institucionais da companhia, Paulo Shuiti Takeuchi.

 

JIPINHO URBANO

A Honda apresentou, na semana passada, no Salão de Tóquio, o Vezel, utilitário urbano baseado no conceito Urban. As vendas no Japão começam em dezembro. No Brasil, depois que a fábrica de Itirapina iniciar as operações — provavelmente em 2015. O motor será de 1,5 litro.

Global, o jipinho urbano poderá rivalizar no Brasil com Ford EcoSport e Chevrolet Tracker, entre outros. A plataforma é a mesma do novo Fit, conforme a própria Honda anunciou em comunicado sobre a nova fábrica paulista (o Vezel é “derivado do Fit”, para ser literal). Como dito, o powertrain terá propulsor 1.5, bicombustível e possivelmente já com novas tecnologias que entregarão (sempre segundo a Honda) números de potência e torque dignos de um 2 litros (cuja tendência é desaparecer até mesmo do Civic).

 

COMPACTO EM 2016

O novo centro de desenvolvimento da Honda em Sumaré (SP) ficará responsável pela tarefa – foi ali que nasceu a versão Twist do Fit, primeira criação do grupo. O local de produção do futuro Honda compacto-e-nacional não está definido; a fábrica de Sumaré ficará com a produção de City e Civic, e a de Itirapina, em princípio, de Fit e Vezel. O novo modelo terá de achar o seu espaço entre esses carros.

 

PÓLO PRODUTIVO

Investimentos como a da Hyundai, em Piracicaba, da Mercedes Benz, em Iracemápolis e da Honda em Itirapina, criam novos pólos produtivos e ensaiam a geração de nova versão do ABC, desta vez, com sotaque caipira.

O economista Paulo Cereda ressalta que Itirapina com a Honda, São Carlos com a VW e Piracicaba com a Hyundai, formam um novo eixo da indústria automobilística no interior paulista. “A nova fábrica vai receber profissionais qualificados, formados em São Carlos e outras cidades. Haverá um grande avanço no comércio varejista regional que vai ter que abastecer 2.000 pessoas com renda. Toda a região será afetada positivamente com esta nova fábrica”, ressalta ele.

Quem também tem um parecer positivo sobre o novo investimento é Erick Silva, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Região. “A vinda de uma fábrica desse porte para a nossa região fortalece a economia e amplia o mercado de trabalho, pois teremos mais oportunidades de emprego no interior paulista. É importante ressaltar também que por São Carlos ser um polo industrial forte, muitos trabalhadores tem qualificação específica para trabalhar no setor, o que certamente resultará em mais postos de trabalho para nossa cidade e região também”.

 

CRESCIMENTO DE 13,2%

A montadora Honda Automóveis do Brasil vive seu melhor período no Brasil. No primeiro semestre de 2013 a empresa registrou o seu melhor resultado de vendas desde que iniciou as atividades como fabricante no país. Ao todo, foram vendidos no período 65.127 carros, superando a marca histórica anterior, de 61.577 veículos em 2009. O resultado representa um crescimento de 13,2% em relação ao primeiro semestre do ano passado

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x