27/02/2019

27 de fevereiro de 2019


Problema
Rua Joaquim Antônio Zantut, 38, Vila Conceição. Um vazamento de esgoto prejudicou a calçada. Os moradores querem o SAAE. E a solução do problema.
Questão
O Diário Oficial publicou, na última semana, a nomeação de Tiagão do Som como diretor do Departamento de Planejamento Territorial da Secretaria de Habitação. Em reunião ocorrida na segunda-feira, vereadores questionaram Marcos Toledo (Habitação) sobre a expertise do moço. O secretário ficou calado.
Trocas
Tiagão do Som estava na chefia de Gabinete da Secretaria de Agricultura. Para o lugar dele, foi Ana Sodelli, esposa do presidente do PTB, Márcio Cinti, que estava na Infância e Juventude.
Trocas II
E para o lugar de Ana Sodelli foi Giovane Eduardo dos Santos, que foi assessor do vereador Marquinho Amaral.
No turismo…
O irmão de Maurren Maggi, Willians Maggi Júnior, foi nomeado diretor de Fomento ao Turismo do governo Airton Garcia. Só para lembrar: o site Olhar Olímpico, do UOL, divulgou que a campeã olímpica repassou recursos da campanha ao Senado ao nomeado. A ação, segundo a reportagem, apesar de polêmica, é legal.
A culpa é nossa?
O Primeira Página faz uma prestação de serviço à comunidade, e acaba taxada de antiética, na visão da Santa Casa de Misericórdia. No domingo, o jornal divulgou uma informação que deveria ser propagada pelo hospital e que nada mais é que uma prestação de serviços à sociedade.
A culpa é nossa? II
O jornal, fazendo o papel que a assessoria de imprensa do hospital deveria ter feito, mas não o fez, divulgou que, a partir de 1º de março o atendimento será referenciado, conhecido popularmente como ‘porta fechada’. Diz também que a informação é improcedente.
Comparação
Sintetizando o termo ‘porta fechada’. O cidadão que procurar a Santa Casa para atendimento, sem a referência de uma UPA ou UBS, não será atendido. A nota segue: “Sob orientação do Departamento Regional da Saúde (DRS), juntamente com a Prefeitura Municipal de São Carlos a Rede Pública de Saúde dará início ao atendimento referenciado pelo SUS (Sistema Único de Saúde) no Pronto Socorro e na Maternidade da Santa Casa de São Carlos a partir de 1º de março de 2019”.
Reclamação
De acordo com a assessoria do hospital, “o jornal Primeira Página não procurou a Comunicação da Santa Casa para qualquer esclarecimento. A publicação foi escrita com base um cartaz e informações de terceiros”. Simples de explicar: o jornal teve de se socorrer de outras fontes dentro do hospital, pois a assessoria é useira e vezeira no uso do expediente: “A Santa Casa não vai se pronunciar sobre o assunto”.
E segue
A assessoria de imprensa prossegue a sua nota: “O jornalismo ético e sério não deveria recorrer a qualquer meio para chamar a atenção e multiplicar suas vendas, sobretudo com a introdução de dimensão exagerada concedida a notícias e ou interesses pessoais. É prática do jornalismo comprometido com a verdade ouvir todos os lados envolvidos com a notícia”.
Pergunta?
Será que a Santa Casa age com ética num dos maiores escândalos registrados no hospital em 2015, denúncia feita pela EPTV? Vamos relembrar: Entre 2013 e 2014, a Santa Casa gastou R$ 2.546 milhões em itens como monitores e mesas cirúrgicas. Desse total, o hospital informou que cerca de R$ 900 mil estão bloqueados por conta das investigações e o restante está sendo exigido de volta, ou seja: R$ 1,6 milhão. Como está o caso? Por que a Santa Casa não esclarece a população. Repetimos a pergunta: como está o caso?
E as mortes na maternidade?
Tem mais: Quais as providências que o hospital adotou em relação às mortes ocorridas na maternidade? Agiu com ética? Afastou os médicos? Deu amparo às famílias? Repetimos: a Santa Casa agiu com ética?
Senhor barriga vem aí…
Um aviso ao Senhor Madruga. O senhor Barriga vem aí. Vai te cobrar os 14 meses de aluguel.
Lição de moral
Antes de dar lição de moral, algumas pessoas desta cidade precisam cuidar do próprio rabo. O falso moralista enche a cara de cachaça em bar da Getúlio Vargas, fica de ponta cabeça, come coxinha, e depois que dar uma de paladino. Pra quem?

25 recommended
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *