Torpedos

O HU vai ao Ministério Público para não atender paciente com surto psicótico. Para que serve o Hospital Universitário? Leia a Coluna Torpedos


SEM ATENDIMENTO?

É! Parece que a coisa não é fácil na Secretaria de Saúde. Os problemas são enormes. Depois da determinação expressa de Marcos Palermo para que o Hospital Universitário atendesse pacientes psiquiátricos, o HU foi para o Ministério Público Federal derrubar a ordem.

O HU NÃO É PÚBLICO?

O Hospital Universitário, antigo Hospital Escola, não recebeu e recebe dinheiro público em sua construção e também para sua gestão? Então porque eles não querem atender as urgências de surtos psiquiátricos? Estão privando a população de atendimento? Querem jogar tudo nas costas das UPAs.

O MPF

E segundo informações obtidas pela coluna, o Ministério Público Federal determinou a imediata suspensão da ordem de Marcos Palermo. Com isso o HU deixará de receber as urgências de surtos psiquiátricos. O paciente terá que primeiro passar pela UPA para depois ser encaminhado ao HU.

A UPA

As UPAs não possuem estrutura física e organizacional para atender os pacientes em surtos psiquiátricos e muitas vezes “internar o paciente na unidade até que ele se recupere”. Já o HU, tem uma estrutura (física e de pessoal) pronta para o procedimento. É muita frescura e arrogância dos administradores do Hospital Universitário, hoje vinculado à UFSCar.

PARA QUE SERVER O HU?

O Hospital Universitário sempre foi alvo de politicagem. Usado por duas vezes em campanha política do ex-prefeito, ex-deputado e ex-reitor, Newton Lima, o HU virou piada pronta. Hoje, após um acordo firmado, na época em que Caco Colenci era secretário de Saúde, o Hospital passou a atender apenas por referenciamento. Em uma cidade que a saúde básica não funciona, como ser referenciado? Isso chama-se: pouco caso com a população mais pobre.

HALLEL

Parece que o Hallel, evento ligado à Igreja Católica, está acirrando os ânimos dentro da Prefeitura. O Secretário de Segurança Pública despachou que a Praça do Mercado Municipal não comporta o evento. Segundo Samir Gardini, o centro de São Carlos e a região do Mercado não tem uma estrutura viária e de segurança para receber caravanas de outras cidades.

HALLEL 2

Com a estimativa de 12 mil participantes, a presença do famoso Padre Robson, do Santuário do Divino Pai Eterno, deverá elevar o número de pessoas presentes no local. Há quem afirme que o número de participantes poderá chegar a 20 mil.

HALLEL 3

Tem gente que fala que o bispo Dom Paulo Cezar Costa e seu auxiliar Dom Eduardo, não abrem mão que o evento ocorra na praça do Mercado. É um “santo pedido”. Há uma velha tradição que com padre não se briga, não se mexe, porque praga de padre pega. Imagina se for a de bispo então. Por isso, o evento será na Praça do Mercado e não se fala mais nisso.

SERÁ?

A burocracia faz que prazos não sejam cumpridos. A Prefeitura Municipal precisa tomar cuidado para que as reintegrações de posse de áreas públicas, determinadas pela Justiça, não sejam alvo de palanque eleitoral de políticos no ano de eleição municipal.

70 ANOS

O Prefeito Airton Garcia Ferreira completou setenta anos. Desejamos parabéns e felicidades. Mas vamos deixar uma orientação, tome cuidado para não derrapar em uma faixa azul de pedestre e na lama das obras no Calçadão.

BRILHANTE

Parece que no paço Municipal surgiu o novo homem do sapato brilhante. Mas será que o sapato dele vale R$ 20 mil. Para quem não lembra, o Doutor de Marilia gostava de ir trabalhar com sapatos brilhantes.

CRITÉRIOS

A Semana de Segurança Pública foi um sucesso na cidade. Parabéns ao Coronel Samir Gardini e Comandante Valdemir Dias pela realização do evento. Agora, o Vereador Moisés Lazarine (DEM) poderia um dia explicar quais os critérios em certas homenagens na Câmara Municipal.

A REPÚBLICA DOS EDSON’S

O que impera na prefeitura é claro. Quem dá as cartas são os Edsons -Firmianos e o Ferraz. A reunião dos secretários, quando não há a presença do prefeito Airton, é comandada pela dupla de Edsons. Se quiser algo, tem que pedir a “bênça” aos dois.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *