Torpedos

Vamos simbora prum bar. Leia a Colunas Torpedos


Vamos simbora prum bar I

O prefeito Airton Garcia e o advogado Ademir Souza e Silva, ex-chefe de gabinete da Procuradoria Jurídica da Prefeitura, aquele Doutor Marília, foram vistos num bar, na última quinta-feira (10). Será que estavam afogando as mágoas depois da invertida que levaram na Justiça devido à desastrosa intervenção no transporte público em 2018?

Vamos simbora prum bar II

Só para relembrar: no último dia 18 de setembro, a Vara da Fazenda Pública condenou a Prefeitura de São Carlos a pagar R$ 500 mil de danos morais causados aos usuários do transporte coletivo durante o processo da intervenção na empresa Transportadora Turística Suzano.

Vamos simbora prum bar III

O juiz Daniel Felipe Scherer Borborema entendeu que o ex-chefe de gabinete da Procuradoria Jurídica da Prefeitura, Ademir Souza e Silva, induziu o prefeito Airton Garcia a cometer erros gravíssimos que prejudicaram a população e os milhares de usuários do transporte coletivo da cidade. Enfim…

Sonho de verão 1

No segundo semestre de 2018, o vereador Paraná Filho (PSB), hoje secretário da Agricultura, comemorou a conquista de R$ 100 milhões do Governo do Estado de São Paulo, na gestão Márcio França,  “a fundo perdido” para São Carlos realizar obras de recapeamento.

Sonho de verão 2

Mesmo indagado e questionado por jornalistas, Paraná batia o pé de que o então governador França liberaria os recursos. Passados pouco mais de um ano e meio, o governo mudou e São Carlos recebeu apenas R$ 4 milhões do Palácio dos Bandeirantes para recape. Melhor do que nada, mas para quem sonhava com R$ 100 milhões, é bem pouco, não? Agora a maior parte obras será feitas com empréstimos.

Calçadão 1

E finalmente as obras no Calçadão estão em andamento. Resta saber o que pensa sobre isso o ex-vereador Carlos Roberto Paino, que sempre foi contra esta obra. Na época ele avisava que o responsável por abrir o calçadão teria que indenizar a população de São Carlos.

Calçadão 2

Quem também criticou as obras no Calçadão foi o vereador Dimitri Sean na sessão da Câmara Municipal da última terça-feira, 8. Ele afirmou que o atual governo municipal mais uma vez vai contramão da história, privilegiando o veículo motorizado em detrimento do pedestre.

Urucubaca

E por falar em Calçadão e comércio, a bruxa está solta para os líderes deste setor, mesmo com o Haloween estando marcado apenas para o dia 31. Tanto para o presidente do Sincomércio, Paulo Gullo, quanto para Zelão Domingues, presidente da ACISC. Ambos estão passando por problemas de saúde.

Expedito

O ex-assessor dos vereadores Antonio Carlos Catharino e Marquinho Amaral, Expedito  Nascimento também enfrenta sérios problemas de saúde e está se recuperando. Torcemos para que todos superem este momento complicado.

Conselho Tutelar 1

E não foi só em São Carlos que as eleições para o Conselho Tutelar deu problema. Durante o pleito de Pirassununga houve denúncias a respeito de irregularidades que culminaram na impugnação da candidatura de três candidatas – duas eleitas titulares e uma suplente. Existe ainda o caso de uma candidata que disputou a eleição com liminar da Justiça.

Conselho Tutelar 2

Um documento publicado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA) informa o seguinte: “Diante das denúncias recebidas, averiguadas e de conhecimento do Ministério Público, a Comissão Especial para Processo de Escolha, decide pela impugnação de candidatas”.

Conselho Tutelar 3

Ainda de acordo com o documento, existe o prazo de cinco dias corridos (após 8 de outubro, quando foi publicado o documento), para apresentação de recurso junto à comissão. Ainda no domingo (6) foi lavrado um boletim de ocorrências no Plantão Policial informando sobre as supostas irregularidades.

Sem guincho

Desde quarta-feira (09/10), a Polícia Civil do Estado de São Paulo não conta mais com o serviço de guincho durante a noite e a madrugada. As delegacias de todo estado receberam um comunicado avisando que o serviço será disponibilizado apenas entre as 9 e 21h.

Revoltada

Entre o final da noite e a madrugada, os policiais ficarão à mercê da sorte caso a viatura seja danificada durante uma ocorrência. Na avaliação da presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (SINDPESP), Raquel Kobashi Gallinati, a suspensão do serviço durante a noite e madrugada piora as já frágeis condições de trabalho da classe.

Sucateado e sem coletes

Raquel observa que os policiais civis já operam com uma frota de veículos sucateada e a suspensão do serviço vai agravar essa situação.  Além disso, cerca de 40% dos policiais trabalham sem coletes balísticos. “O governo do estado precisa urgentemente investir na segurança pública, não só em benefício da segurança dos policiais, mas em nome de toda a sociedade”, finaliza Raquel.

PIADINHA DO DIA

Custo de Vida nos Países

Trump:

– Meus americanos vivem muito bem. Um trabalhador ganha 3000 dólares por mês. Necessita de 2000 dólares para viver, o que ele faz com os outros mil dólares, não nos interessa.

Primeiro ministro do Canadá:

– Meus canadenses vivem muito bem. Um trabalhador ganha 4000 dólares por mês. Necessita de 2000 dólares para viver, o que ele faz com os outros dois mil dólares, não nos interessa.

Bolsonaro:

– Meus brasileiros vivem muito bem. Um trabalhador ganha 1000 reais por mês. Necessita de 2000 reais para viver, de onde ele consegue os outros mil reais, não nos interessa.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *