Segunda-feira, 19 Novembro 2018  15:24:15

Fotógrafo “Maykon Booker” foi vítima de Latrocínio, e menor autor do crime é apreendido pela DIG

Adolescente executou por bronca após ser aliciado pela vítima e depois subtraiu câmera fotográfica e empreendeu fuga Adolescente executou por bronca após ser aliciado pela vítima e depois subtraiu câmera fotográfica e empreendeu fuga (Foto: Divulgação e Reprodução / Facebook)

Mais um crime contra a vida ocorrido na cidade de São Carlos, foi esclarecido pela equipe da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), durante a tarde desta quinta-feira, 08, depois do acusado pela execução do fotógrafo e professor de dança, Anderson Almeida Delfino, 33 anos, conhecido como “Mayckon Booker”, um adolescente de 14 anos, ser apreendido por investigadores da especializada no bairro Jardim Botafogo.

Ao ser contido pelos policiais civis, o menor foi indagado sobre o paradeiro de uma câmera fotográfica bem como um aparelho de telefonia celular que pertencia à vítima, informando o mesmo que o telefone teria sido trocado em um ponto de venda de drogas, e a câmera acabou sendo vendida a um terceiro, que também acabou sendo detido e autuado pelo crime de recepção, onde responderá pelo ato em liberdade.

Em interrogativa feita pelo delegado de polícia, Gilberto de Aquino, na presença do pai do acusado, o infrator afirmou que matou por ódio, após estar sendo ‘aliciado’ pela vítima a algum tempo, onde na data do crime deslocou-se até o local que era utilizado como moradia e estúdio fotográfico de “Mayckon”, e ao entrar no imóvel tomou posse de uma faca que estava em fácil acesso e desferiu um golpe nas costas e em ato continuo outra facada que veio a atingir o coração da vítima e o levado à óbito, onde após o ato o adolescente empreendeu fuga do local em posse de uma câmera fotográfica e o aparelho de telefonia celular da vítima, caracterizando então o crime de Latrocínio e não Homicídio como vinha sendo investigado pela polícia.

Durante os trabalhos investigativos que vinham sendo feitos pela equipe da especializada, imagens de câmeras de segurança de imóveis nas proximidades do local foram apreendidas e auxiliam na identificação e localização do acusado, onde registram o exato momento em que o menor chega no local dos fatos, às 23h44m25s do último domingo, 04, e após a execução, aproximadamente 9 minutos depois de atingir seu rival, empreende fuga do imóvel em posse dos pertences de “Mayckon”.

Segundo o pai do adolescente que acompanhou seu filho depois da sua apreensão, o infrator relatou as causas que o levou ao ato de crueldade contra a vítima, e após o ocorrido o menor afirmou que matou por bronca devido a “Mayckon” por várias vezes ficar passando a mão sobre o seu corpo, e o fato de subtrair a câmera e o celular foi vontade própria do acusado, que não tinha como foco tomar posse do objeto desta forma, mais sim executar o fotógrafo e professor de dança.

Diante dos fatos o delegado de polícia, Gilberto de Aquino, realizou a apreensão da câmera fotográfica recuperada, bem como a apreensão do menor, sendo elaborado Boletim de Ocorrência de Ato Infracional de Latrocínio e após o infrator foi recolhido ao Núcleo de Atendimento Integrado (NAI), onde deverá permanecer até ser transferido para a Fundação Casa.

Aquino, relata ainda que o equipamento fotográfico da vítima se encontrava com diversas fotografias de eventos feitos pelo mesmo em datas anteriores ao crime, e os clientes de “Mayckon” que possuem trabalhos em pendência de entrega, poderão se dirigir até a sede da especializada no Centro, e através de um pendrive ou qualquer mídia digital tomar posse dos arquivos.

O celular que também foi levado a trocado pelo infrator, até o momento não foi encontrado.

Última modificação em Quinta, 08 Novembro 2018 20:28

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

Código de segurança
Atualizar

PUBLICIDADE

Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.