Quinta-feira, 19 Abril 2018  16:49:51

Airton Garcia pode endividar São Carlos em mais R$ 100 milhões

  • Escrito por  Marco Rogério

 Apesar de não ter nem data e nem valor confirmados, prefeito “volta” ao palanque e faz promessas enquanto motoristas arrebentam veículos na buracolândia

 Depois de passar anos e anos criticando os governos petistas pelo endividamento de São Carlos, o prefeito Airton Garcia (PSB) poderá afundar o município em dívidas. Ele pensa em emprestar R$ 100 milhões do Governo do Estado para realizar o recapeamento das ruas através de projetos do Investe São Paulo, banco de fomento aos municípios e empresas, que é vinculado à Secretaria de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia. Mesmo sem prazo e muito menos valor definidos, Airton faz mais uma promessa enquanto os são-carlenses são obrigados a circular por centenas de quilômetros de ruas esburacadas e detonadas. 

Juntamente com o vereador Paraná Filho ele esteve ontem (10), no Palácio dos Bandeirantes, em reunião com o vice-governador Márcio França e com deputado estadual Fernando Capez. Na pauta foi discutido um novo programa do Governo do Estado para liberação de recursos para ajudar os municípios na questão do recapeamento de vias públicas.

Márcio França explicou aos prefeitos que o Governo do Estado de São Paulo está com um projeto para ajudar na infraestrutura das cidades, sem comprometer a saúde financeira dos municípios. "Vamos analisar o projeto de São Carlos e demais municípios”, desconversou o vice-governador lembrando que a Prefeitura é a ponta do poder público e que a maioria perdeu a capacidade de investimento.

O vice-governador ressaltou, ainda, que o Governo está estudando um novo formato de convênio. “Já fui prefeito e sei das dificuldades, principalmente para conseguir recursos para recapeamento. Não adianta a educação estar em ordem, a saúde funcionando se as ruas estiverem esburacadas”, disse França.

O Governo do Estado não definiu o valor que será liberado no total. "Sabemos que São Carlos precisa de muito, por isso aconselho que os processos licitatórios já sejam abertos e por lotes", finaliza o vice-governador.

Airton Garcia agradeceu o apoio de Márcio França e garantiu que São Carlos já está finalizando os projetos. "Precisamos de R$ 100 milhões para recapear mais de 90% das vias da cidade, mas como orientou a equipe do Governo vamos fazer por etapas, sendo R$ 10 milhões cada uma. O importante é que os recursos vão sair”, comemorou o prefeito. O vereador Paraná Filho chegou a publicar um post nas redes sociais divulgando um texto como se os recursos já tivessem sido liberados.

Airton Garcia, ressaltou, ainda, que mesmo sem capacidade de investimentos, já que em 2017 foram pagos mais de R$ 70 milhões de restos a pagar, o município vem fazendo um esforço para resolver o problema. “O recapeamento do bairro Cidade Aracy já está garantindo, uma vez que usamos a maior parte da venda da folha de pagamento dos servidores públicos para fazer esse serviço, porém muitas outras vias da cidade necessitam de recape. Como a pavimentação é velha e ficou muito tempo sem manutenção, hoje tapamos um buraco, mas logo outro se abre ao lado”, justificou.

Para o vereador Paraná Filho a liberação de recursos vai ajudar a resolver um dos maiores gargalos da administração. “O município tem uma malha viária de 900 km e uma frota com 165 mil veículos, porém as vias estão sem manutenção faz muito tempo, com isso o asfalto se deteriorou, portanto é muito importante essa ajuda do Estado, socorrendo as Prefeituras que estão sem recursos para sanar esse que é um dos maiores problemas não só de São Carlos, mas da maioria das cidades”, avalia o vereador.

Márcio França afirmou que a liberação dos recursos deve acontecer ainda no primeiro semestre. “Pedimos agilidade às prefeituras quanto à entrega dos projetos e do processo licitatório”, finalizou o vice-governador.

 Recape Aracy-  O valor máximo fixado pela administração para a contratação de empresa para o serviço de recapeamento do bairro Cidade Aracy foi de R$ 3.969.937,78, porém a empresa vencedora do certame apresentou a proposta no valor de R$ 2.586.746,23. Serão recapeados nesta primeira etapa 83 mil metros quadrados, cerca de 40 quarteirões e a empresa vencedora do processo licitatório terá prazo de 6 meses para execução do contrato. O processo está em fase de recurso. Os trabalhos serão acompanhados pela Secretaria de Obras Públicas.

 

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.