Quinta-feira, 19 Julho 2018  17:41:05

Funcionários da Suzantur procuram Prefeitura e pedem manutenção dos empregos

  • Escrito por  JEFERSON VIEIRA - Do programa Acontece São Carlos

 Ao anunciar que no dia 26 janeiro deixará de realizar o transporte coletivo de São Carlos, a Suzantur  deixou todos os funcionários apreensivos e com as incertezas de quem ficará sem o emprego para sustentar a família. A situação tomou ar de preocupação quando motoristas e cobradores começaram a assinar o aviso prévio na terça-feira (9).  Temendo pelos empregos, um grupo de motoristas, fiscais e cobradores, cerca de 40 pessoas, se reuniram na frente da Catedral de São Carlos, como se fossem ali pedir bênçãos e proteção ao patrono da cidade, e em seguida se dirigiram para a Prefeitura de São Carlos. Queriam conversar com o prefeito Airton Garcia (PSB), queriam respostas.

Ao chegar à frente do Paço Municipal, fizeram uma foto para marcar o momento de luta em favor do emprego. Todos estavam com o semblante marcado pelo medo e pela incerteza. Cada um dos 40 funcionários ali presentes tinha apenas um desejo, que toda a polêmica terminasse e com isso tinham uma única certeza, quem pode por fim na agonia destes trabalhadores e da população, que ainda não sabe se terá transporte no dia 27 de janeiro.

O motorista Denis era um dos mais preocupados. Não conseguia parar na cadeira do auditório do Paço Municipal, local onde todos foram recepcionados pelo secretário de Governo, Edson Fermiano, e pelo vereador Paraná Filho. Denis mantinha os olhos atentos no secretário e a cada palavra fazia gestos de que não estava gostando do que ouvia. “Eles [a Prefeitura] que arrumou todo esse rolo e não deram nenhuma garantia que se vier uma nova empresa ela irá contratar os funcionários da Suzantur. As contas estão chegando e a única certeza é que todos estarão demitidos após o dia 26 de janeiro”, disse.

Denis, com os olhos cheios de lágrimas, afirmou que desde quando entrou na Suzantur a empresa sempre cumpriu rigorosamente tudo o que foi combinado. Pagamento de salário no dia, ticket alimentação e o pagamento dos direitos. “A empresa é boa, paga certinho. Tem sim reclamações dos usuários, sim tem. Nós sabemos disso, sabemos que precisa melhorar. Mas como o dono da empresa, o seu Claudinei, vai investir se ele não recebe da prefeitura? Como ele vai investir se não tem nem contrato. Em Mauá e Santo André os ônibus são novos, sabe por quê? Porque lá tem contrato e pode comprar ônibus novos. Para nós funcionários a empresa foi muito boa”, disse.

O motorista queria apenas uma resposta. “Todos querem saber como vai ficar se a empresa parar mesmo. Todos estão de aviso prévio. Precisamos pensar no futuro”, afirmou.

 A PREFEITURA

Com voz calma o secretário de Governo, Edson Fermiano, disse aos motoristas que o transporte público continua com ou sem a Suzantur e que não acredita que a empresa irá parar, até mesmo por que a Prefeitura não quer que a empresa deixe de operar. “Não queremos que a empresa pare, por isso editamos mais um decreto para ela ficar mais 90 dias. Tenho a certeza que São Carlos não ficará sem transporte público”, disse. Ao ser indagado sobre a afirmação de Claudinei Brogliato, diretor-presidente do grupo Suzantur, de que a Prefeitura nunca havia chamado a empresa para conversar, Fermiano ainda afirmou que está disposto a conversar com Brogliato. “Convido agora para vir até a Prefeitura, vamos conversar. Se não o chamaram até agora, eu, em nome do prefeito, estou chamando”, afirmou o secretário de Governo.

Fermiano garantiu para os funcionários da Suzantur e para a imprensa que até terça-feira, dia 16, o edital definitivo estará publicado. “Liguei para o jurídico e está confirmando que até semana que vem o edital definitivo está publicado, e digo mais, se tudo ficar finalizado amanhã [sábado] editamos uma edição extra do Diário Oficial para publicá-lo”, garantiu.

O vereador do PSB, Paraná Filho, esteve na reunião e afirmou que o transporte não para.  “O que nós entendemos é que uma empresa que já está na cidade há um ano e cinco meses, enfrentando dificuldades, não irá embora agora que a licitação definitiva será publica na próxima segunda ou terça-feira, acredito que isso seja uma ação para acelerar esse processo na prefeitura”, comenta o vereador Paraná Filho.

ATHENAS PAULISTA

Mesmo impedida de participar de nova licitação, a antiga empresa responsável pelo transporte público, Athenas Paulista, está recebendo currículos. Os motoristas afirmam que foram avisados para levarem os currículos até a garagem da empresa, a qual foi a leilão recentemente.  “Recebemos a notícia através da população, teve colega que levou currículo lá na portaria. Eles estão pegando currículo sim”, afirmou outro motorista em meio aos questionamentos.

Funcionários uniformizados que estavam na garagem da Athenas Paulista confirmaram que o local está aceitando currículos, a única exigência é que conste alguma foto de identificação.

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.