Sexta-feira, 19 Janeiro 2018  02:29:50

Jamil da Viola oferece curso na Estação Cultura

  • Escrito por  Miltinho de Carvalho
Jamil da Viola oferece curso na Estação Cultura (Foto: Divulgação)

O violeiro, cantador, compositor e catireiro Jamil Pereira de Oliveira, o Jamil da Viola, inicia curso de Viola e Violão e catira no próximo dia 15 de julho na Estação Cultura.

A viola e a catira são as paixões de Jamil Pereira de Oliveira, 70 anos, morador de São Carlos. O gosto de tocar o instrumento e a alegria da dança vêm desde menino, época que entoava as músicas durante as árduas colheitas de café na roça. A vida levou Jamil para outros rumos – trabalhou na fundição de uma empresa da cidade durante 38 anos – mas o amor pela música permaneceu aceso no coração. Depois da aposentadoria, o violeiro se pôs a fazer o que mais gosta e já gravou quatro CDs. “Laço de Mão” é o mais recente trabalho solo e traz doze composições próprias e inéditas de autores são-carlenses. 

“Gosto de interpretar e fazer letra. Gosto de música”, revela o artista autodidata, que tem prazer de compartilhar a experiência com a população da cidade. Nos últimos dois anos, Jamil foi selecionado pela Coordenadoria de Artes e Cultura para oficinas de viola e catira em Água Vermelha e Santa Eudóxia. “Às vezes eu fico pensando: as pessoas estão deixando essas músicas e danças tradicionais, mas as oficinas ajudam a retomar nossa cultura”.

Em Santa Eudóxia, o projeto atendeu 80 crianças de seis a oito anos de idade. “Foi uma responsabilidade tremenda e achei muito bacana. Um respeito grande da criançada”, revela o artista. Em Água Vermelha, a oficina de viola recebeu dez garotas de 14 e 15 anos. “Em apenas quatro meses elas aprenderam a tocar músicas direitinho”, admira o violeiro.  Hoje o violeiro ira começar uma nova etapa em São Carlos e o curso começará no dia 15 de julho, na Estação Cultura.

Durante muito tempo, Jamil formou duplas com vários parceiros. Para o violeiro, a Coordenadoria de Artes e Cultura foi fundamental para a divulgação de seu trabalho: “Um projeto que dá oportunidade de mostrar as minhas músicas”, comenta o artista.

 

Avalie este item
(0 votos)

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

Bogas
Anacã

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.