Terça-feira, 21 Novembro 2017  11:00:23

Torpedos 02/11 - Secretário da Saúde afirma: Médicos não querem trabalhar de domingo e UPA do Aracy não pode ser reaberta

  • Escrito por  Fábio Taconelli

Mais do mesmo

Rua Bolívia, no Jardim Nova Estância. Permanece do mesmo jeito de sempre: um lixo! Pobre dos moradores que são reféns dos porcalhões.

Promessa

Nessa semana, tivemos uma conversa bastante amistosa com o secretário de Serviços Públicos, Mariel Olmo. Ele reconhece que o serviço dos reeducandos da Penitenciária de Itirapina não contempla a demanda da cidade.

Promessa II

Olmo confidenciou à coluna que a licitação para a contratação de uma empresa para limpar a cidade já está na Comissão Permanente de Licitações. E pela metade do preço que outrora era gasto: algo em torno de R$ 300 mil.

Garantia

Olmo disse também que a Secretaria já limpou mais de 400 bueiros. O problema é que a cidade tem uns 7 mil.

E se...

O vereador Marquinho Amaral (PMDB) disse, na tribuna da Câmara: os médicos não querem trabalhar aos sábados e domingos, daí a dificuldade em reabrir a UPA Aracy. O Plano B seria a expansão dos trabalhos da Organização Social que já atua na UPA Vila Prado.

Com ou sem?

O secretário de Saúde, Caco Colenci, garantiu à coluna: com ou sem elevador, a UPA Aracy (prédio inaugurado por Altomani) será reaberto assim que o quadro médico estiver em quantidade satisfatória. A empresa que ganhou a licitação apresentou problemas e o equipamento não foi entregue.

Injustiça

A funcionária pública de carreira que teria sido assediada moralmente por um cargo de confiança da Prefeitura é uma das pessoas mais corretas. Dedica-se com afinco ao trabalho. Por sinal, ficou até doente na gestão passada por causa das inúmeras trapalhadas que precisava consertar no caminho. Um ser que agride moralmente uma servidora exemplar, deve ser repelido da sociedade são-carlense.

E agora, José?

Pois é. Luiz Antônio Garmendia assumiu a Superintendência da TV Educativa de São Carlos. A missão: cuidar do processo de digitalização. E gerar conteúdo? Ninguém fala, por exemplo, em abrir concurso público para contratar servidores para estruturar, de fato, a emissora.

E agora, José? II

E fica por isso mesmo. Entra prefeito e sai prefeito, a TV Educativa sofre um desmonte. Digitalização não basta, é preciso gerar conteúdo, repetimos. Hoje a TVE, do jeito que está, pode adotar o seguinte slogan: A TV que NINGUÉM vê!

Avalie este item
(0 votos)

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

Prefeitura Dengue v2
Anacã
Atlântica
Prefeitura Dengue v1

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.