Segunda-feira, 23 Julho 2018  05:33:18

Torpedos 29/12 - Leandro faz o que a Prefeitura deveria fazer

  • Escrito por  Da redação

Vergonha

O vereador Leandro Guerreiro (PSB) foi à rua Lázaro dos Santos, no Cidade Aracy, para tapar os buracos da via com barro. Segundo ele, a Prefeitura prometeu resolver os problemas do local, mas não fez nada. Depois da exposição, a Prefeitura correu para contornar a situação.

Vaquinha

O vereador Malabim (PTB) e a sua assessoria fizeram uma vaquinha para pagar uma pessoa para roçar praças no Jardim Paulistano e Jockey Clube. Reeducando? Bem, reeducando só depois da primeira quinzena de janeiro.

Explicando

O secretário de Esportes, Edson Ferraz, ligou para a coluna. Ele informa que não há privilégios na concessão de recursos públicos para atletas e que o programa Bolsa Atleta beneficia mais de 70 pessoas. “Quem reclama não entende a dinâmica do programa”, disse.

Natal

O chefe de Gabinete da Prefeitura de São Carlos, o popular Carneirinho, disse que há um trabalho forte no Ministério da Cultura na conquista de recursos para São Carlos, em 2018, promover o Natal Luz, com dinheiro da Lei Rouanet.

Climão

Airton Garcia (PSB) não queria cerimônia para devolução de recursos referentes ao duodécimo repassado ao Poder Legislativo. O prefeito de São Carlos nunca escondeu: A Câmara fala o que economiza, mas nunca expõe o que gasta.

Missão?

Será que a verdadeira missão da assessora do vereador Moisés Lazarine é estar ao lado da população? A “missionária Rutinha” deu um carteirada no pessoal da UPA e pelo visto o tiro sai pela culatra.

Pedindo emprego 1

Há quem afirme que a missionária não é tão fiel assim ao vereador Moisés Lazarine. Antes mesmo das carteiradas ela já havia se colocado à disposição de outros vereadores. Foi pedir emprego na cara dura.

Pedindo emprego 2

Segundo fontes, ela esteve em pelo menos três gabinetes dizendo que estava disponível.

Resposta

A missionária esteve no Primeira Página e na Rádio São Carlos solicitando direito de resposta. Acompanhada de um homem, que não se identificou, foi solicitado que a assessora parlamentar escrevesse um texto e encaminhasse para a redação. Ela se recusou a fazer o texto e ainda disse que o Primeira Página e a Rádio São Carlos não têm credibilidade.

Credibilidade

A missionária Rutinha tem que entender que credibilidade se constrói com trabalho sério, verdadeiro e respeitando as pessoas.

Estranho

As pessoas mudam muito rápido. A missionária Rutinha vivia na cola do ex-vereador Dé Alvim, do Solidariedade. Não saía de seu gabinete e foi pré-candidata a vereadora pelo partido. Foi só Dé Alvim perder a eleição que ela apareceu ao lado de Moisés Lazarini. E logo em seguida foi nomeada assessora parlamentar com um salário polpudo de mais de R$ 5 mil e benefícios como plano de saúde.

Cuidado

Os vereadores precisam tomar cuidado com quem nomeiam como seus assessores. Estes os representam, são a cara do seu gabinete e quando falam, expressam os desejos dos parlamentares. Por isso, escolher bem é fundamental.

Desautorizada

Moisés Lazarini informou ao Primeira Página que a missionária Rutinha foi desautorizada a procurar a imprensa e segundo o parlamentar “causar mais desgastes ao seu mandato”.

 

 

 

Avalie este item
(0 votos)

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.