Quinta-feira, 18 Outubro 2018  06:12:11

Torpedos 21/01 - Airton não confia em Coca, nem em fanta e guaraná

  • Escrito por  Da redação

Casamento ruiu

Uma declaração de Airton Garcia (PSB) pode abrir uma crise sem precedentes no governo do alcaide. A Justiça solicitou que o secretário de Trânsito cuidasse do processo de controle do fluxo de passageiros da Suzantur até que uma nova empresa assuma o transporte público.

Casamento ruiu II

O indicado seria Coca Ferraz. Contrariado e com a voz descontrolada, segundo testemunhas, Airton teria dito: “Coca, não! Coca, não confio! Ele é amigo da empresa”. Será que, diante dessa declaração avassaladora, o renomado professor de Engenharia da USP permanece no governo?

Há de convir

De fato, o alcaide não curte uma Coca. Ele é chegado no Cinzano.

A verdade é uma só

Coca Ferraz foi alijado das discussões sobre o modelo do transporte público em São Carlos. E a verdade precisa ser escrita. Em Araraquara, por exemplo, não se ouve reclamações sobre o transporte público. Será que o Coca é um incapaz? Ou alguém quer fazer traquinagem na licitação do transporte, por isso deixo o renomado secretário de fora desse planejamento.

E agora, José?

Se Coca Ferraz não inspira confiança, Airton Garcia prevaricou. E São Carlos está entregue às traças... que pena!

Convenhamos

Quem circula de Amarok por aí, feito um ‘coroné’, entende patavina de transporte público, de mobilidade urbana. O sujeito mal sabe redigir um texto com coesão!

Rabo entre as pernas

O Tavares do Centro-Oeste Paulista levou vários puxões de orelha das autoridades da toga... Foi lindo!

Pontapé

Um certo alcaide qualquer levou um pontapé no traseiro da esposa que o tocou de casa a vassouradas. Sem eira e nem beira, ele hospedou-se em hotel nas imediações de um shopping. Ô, dó!

Dor de...

Pra este certo alcaide qualquer, vamos cantar uma canção do Wando: Eu era tão feliz/ Ô ô ô/ Eu tinha um grande amor/ Ô ô ô/ Que um dia foi embora, só deixou saudade, agora quem eu sou?/ Ô ô ô/ Não teve dó de mim/ Ô ô ô/ E isso dói demais/Ô ô ô/ De dia eu chorei/ De tarde eu penei/ De noite não tem mais...

Ainda sobre o transporte...

Descompassado, Airton Garcia chamou os empresários do transporte público de malandros e o promotor público Sérgio Martim Piovesan de Oliveira asseverou: se a cidade ficar sem transporte a partir de sábado, o alcaide sentirá o peso da Justiça.

Avalie este item
(6 votos)

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

Código de segurança
Atualizar

PUBLICIDADE

Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.