Domingo, 27 Maio 2018  00:24:25

Torpedos - Busão lotado, Muller e o puxadinho da TVE

  • Escrito por  DA REDAÇÃO

Vida de gado!

Weslen Paulo nos mostra mais uma cena caótica do transporte público. Ônibus lotado no início da manhã de ontem, no Cidade Aracy.

Fechador

O advogado Luís Luppi também fechava duas rádios. Primeiro a Rádio São Carlos, quando era operador de áudio. E a Intersom FM, quando trabalhava no jornalismo. Ah! o advogado detinha a chave das duas empresas.

Aí, que ‘meda!’

Na redação do Primeira Página todos estão atemorizados com as ameaças de encerramento das atividades que foram proferidas por um sujeito. E aí fica uma pergunta: será que a Casa do Trabalhador acolherá os funcionários bem?

Que fase!

O vereador Chico Loco (PSB) precisa ser mais comedido. Na sessão da Câmara da última terça-feira, ele fez uma comparação esdrúxula sobre transporte público. Não dá para comparar a gratuidade de transporte em Potirendaba (SP) e Muzambinho (MG) com a dinâmica do transporte de uma cidade de mais de 250 mil habitantes como São Carlos. Como diria Raul Seixas: “Ei, Al Capone. Vê se te orienta/ Assim dessa maneira, nego, Chicago não aguenta!”.

Tenha dó!

O jornalista Luís Antônio Garmendia conseguiu uma façanha. Promoveu tempestade em gota d´água. Com pompa, tem anunciado a programação da TV Educativa de São Carlos. Só não conta que a TV tem apenas um funcionário: ele próprio.

Puxadinho

Essa tal TVE deveria receber outro nome: TV Puxadinho. É que vão contar com a produção da Universidade Federal de São Carlos. Caramba! Quando vão estruturar essa TV de fato? Alguém é capaz de responder?

Dança das Cadeiras

Ditinho Matheus (MDB) já é visto nos corredores da Câmara. Ele confidenciou à coluna que não cometerá os mesmos erros do passado. Vamos aguardar?

Tônica

Além do transporte público, os vereadores reclamaram bastante a respeito da manutenção das estradas rurais, que estão sofríveis.

Visita

Quem saracoteou ontem, na Câmara, foi o suplente do vereador Roselei Françoso (Rede), Roberto Menezes (PC do B), da Frente Fajuta, ops! Frente Reconstruir São Carlos. Será que depois de Muller, Roselei seguirá o caminho da Secretaria de Educação?

Em baixa

Há quem jure que o Ibope de Nino Mengatti está em baixa e que o candidato a deputado estadual do seu grupo político será o Dr. Lapena.

Recadinho

Há um secretário que não paga o licenciamento do seu carro. Que vergonha, moço. IPVA é coisa séria. É imposto! #prontofalei!

Utilidade

O eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida tem direito a votar em lugar apropriado a suas necessidades. Para isso, basta se inscrever ou transferir seu título para uma seção com acessibilidade. Para as eleições deste ano, o prazo para tomar essa providência vai até 9 de maio, ou 151 dias antes da votação, segundo o artigo 91 da Lei nº 9504/97, conhecida como Lei das Eleições.

A transferência

Para a transferência é necessário que o eleitor vá ao cartório mais próximo de seu domicílio, levando um documento oficial de identificação, comprovante de residência recente (máximo de 3 meses) e o título, caso o tenha. O eleitor deve agendar seu atendimento no cartório pelo site do TRE-SP ou pessoalmente.

Números

 

No Estado de São Paulo, das quase 96 mil seções eleitorais, em torno de 12% têm acessibilidade, ou seja, mais de 12 mil. 

Avalie este item
(0 votos)

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.