Domingo, 27 Maio 2018  07:39:13

TORPEDOS 09/02 - O Lixão, Muller e as vaidades da Câmara

  • Escrito por  DA REDAÇÃO

O lixão

Vira e mexe, temos o lixão da Rua Bolívia. A Prefeitura tem culpa? Parcialmente. Parte da população é desprovida de consciência cidadã.

No telhado

Reza a lenda que o vereador João Muller (MDB) está muito pensativo e pode não assumir a Secretaria de Obras Públicas. Ao que consta, querem jogar uma responsabilidade ao político, sem oferecer as mínimas condições.

Reestruturação

Muller pode usar o argumento e esperar a reforma administrativa para voltar a pensar no assunto. Como a política é dinâmica, não acham?

Brecha

Mas João Muller não falou que renunciaria à condição de vereador? Há uma ponderação. No discurso de terça-feira, disse que “se ficar um ano, um mês, um dia ou menos tempo como secretário não voltará mais para a Câmara, disse que renunciará ao mandato”. Como não assumiu nenhum posto, o discurso da renúncia cai por terra.

Improbidade

Sobre o processo de improbidade administrativa, em que Muller foi condenado em 2ª instância por contratação irregular na Prohab, há uma linha de defesa. A Justiça enxerga o dolo na contratação, no entanto não houve o enriquecimento ilícito das partes. Daí, essa questão pode ser contestada em outras instâncias – STF e STJ.

Na base

Essa história vale a pena ser contada. Certo dia, Roselei Françoso (REDE) subiu ao gabinete de Airton Garcia (PSB). Isso aconteceu depois de toda aquela polêmica da ida do vereador à Educação.

E aí?

No quarto andar, Roselei e Airton se depararam com ‘Los Edsons’. Um deles teve desarranjo intestinal; o segundo tremelique. O que tanto atemoriza a dupla ‘Los Edsons’? Uma mudança na Secretaria de Educação? Esse é o medo?

Calma, gente!

Acalmem-se, meninos! Roselei Françoso não deve integrar a Secretaria de Educação. Ao que consta, o parlamentar não quer se sujeitar a certos vícios de velhacos da política.

Ego

Há uma briga de egos na Câmara. Os vereadores Paraná Filho (PSB) e Gustavo Pozzi discutem quem é o ‘pai da criança’ da audiência pública para tratar dos assuntos relacionados ao transporte alternativo.

Ego II

Gustavo Pozzi foi o primeiro a levantar o tema. Verdade seja dita. E Paraná passou à frente e protocolou o assunto. Não agiu certo. Mas Gustavo Pozzi também não está sendo correto. Ele quer passar à frente de Chico Loco (PSB) na derrubada da lei que proíbe o UBER em São Carlos. É muita vaidade!

Exemplo

Zé Parrella (PSDB) faz Airton Garcia (PSB) comer poeira. Enquanto São Carlos não tem competência para fazer uma licitação de uniforme escolar, o prefeito da cidade vizinha já entregou uniformes para as crianças, merendeiras e inspetoras.

Cartilha

Zé Parrella, por sinal, deveria elaborar uma cartilha: “Como se administrar uma Prefeitura com competência. E sem varinha mágica”. E entregá-la ao alcaide de São Carlos, que não para de usar esse mimimi cansativo de varinha mágica.

 

 

Avalie este item
(0 votos)

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.