Quarta-feira, 12 Dezembro 2018  18:16:39

Torpedos 10/03 - Uber em funcionamento

Aplicativos

A Uber começou as operações na tarde de ontem, 9, em São Carlos. A coluna fez duas simulações da Avenida São Carlos, em frente à Catedral, até o bairro Fagá, a viagem custou algo em torno de R$ 14. Na segunda, do mesmo ponto de partida, até a Avenida Regit Arab, no Cidade Aracy, custou pouco mais de R$ 10.

Pouco

Em alguns grupos de WhatsApp, alguns clandestinos e que hoje atuam na Uber reclamam dos valores e dizem preferir a clandestinidade. Não está na hora da Secretaria de Transporte e Trânsito apertar a fiscalização?

Presente

No Brasil, a Uber está presente em mais de cem cidades, com a missão de oferecer uma alternativa confiável de mobilidade para a população. No Estado de São Paulo, a empresa está presente desde junho de 2014, com início das operações na capital do Estado.

Outros

As informações apuradas pela coluna dão conta que outros aplicativos estão de olho no mercado são-carlense. Um deles é o 99Pop.

Regulamentação

A Prefeitura de São Carlos ainda não publicou a revogação da lei que proibia a Uber, mas de acordo com informações deve regulamentar o transporte alternativo. A Câmara faz estudos nesse sentido.

No futebol...

Na quinta-feira, o técnico Luiz Muller anunciou a saída do São Carlos Futebol Clube alegando motivos pessoais. No dia seguinte, o Fefecê (Fernandópolis Futebol Clube) anunciou a contratação do técnico: R$ 6 mil de luvas mais R$ 6 mil mensais. Não deixa de ser um bom motivo pessoal...

Crise?

Ninguém no clube confirma, mas a informação sobre atraso de salários é uma constante na equipe. Jogadores não querem polêmica, por isso não falam nada sobre isso, nem em off.

Reflita

Um marqueteiro qualquer chama jornalista de mau-caráter. E marqueteiro que comete estelionato eleitoral? É o que?

Janela

Desde quinta-feira, 8, os deputados federais e estaduais que desejem se candidatar nas Eleições de 2018 poderão mudar de partido sem correr risco de perder o mandato. O período, denominado “janela partidária”, é de trinta dias e se encerra à meia-noite do dia 6 de abril. Ele não beneficia vereadores, porque não haverá eleições este ano na esfera municipal.

Janela II

A Lei dos Partidos Políticos e a Resolução 22.610/2007 do TSE, que trata de fidelidade partidária, estabelecem que parlamentares só podem mudar de legenda nas seguintes hipóteses: incorporação ou fusão do partido; criação de novo partido; desvio no programa partidário ou grave discriminação pessoal. Mudanças de legenda sem essas justificativas são motivo para a perda do mandato.

Avalie este item
(0 votos)

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

Código de segurança
Atualizar

PUBLICIDADE

Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.